NAT e SergipeTec programam novos cursos

Publicado em 10/08/2017 as 12:12

Mais de 350 usuários do Apoio ao Trabalho da Secretaria de Estado da Inclusão Social foram capacitados durante as oficinas de qualificação profissional ofertadas em parceria com o Centro Vocacional Tecnológico do SergipeTec. O encerramento do ciclo aconteceu nesta quinta-feira, 10, com a Oficina de Marketing Pessoal, que reuniu mais de 50 participantes no auditório do Núcleo, que já prepara novas parcerias para a oferta de novos cursos.

Segundo Adriana Brandão, orientadora educacional do CVT/SergipeTec, o número de participantes foi aumentando a cada nova oficina. “Ofertamos 50 vagas para cada curso e a primeira turma fechou com 42 pessoas. A partir dela, tivemos público além do que a gente esperava e ficamos satisfeitos, porque nosso objetivo era mexer com eles. Dar um incentivo à mudança e deixar com gostinho de quero mais. Esse foi o retorno que recebemos dos participantes”, avaliou.

Desempregado há 1 ano e 5 meses, Josué Menezes, 33, participou de todas as sete oficinas. Ele conta que soube da oferta quando procurava atendimento no NAT e se interessou, porque a renda obtida com a revenda de perfumes não está satisfatória. “Fiz um curso de telemarketing recentemente e quis fazer esses também. Achei os cursos muito bons, sobretudo para os jovens, que não têm experiência. É um incentivo para a pessoa de fazer um curso de maior duração”, revela.

Josué já afirmou, inclusive, que irá participar do curso de assistente administrativo que acontecerá no SergipeTec, com a participação do NAT. Serão 40 vagas disponíveis, com inscrições presencias marcadas para o dia 31 de agosto, no próprio SergipeTec, a partir das 08h. O curso tem início em setembro e a previsão de duração é de dois meses e meio, com 160 horas aulas cumpridas.

De acordo com Sandra Magna Rezende, coordenadora estadual do Trabalho e Emprego, a Seidh, além do SergipeTec, está estabelecendo novas parcerias para ampliar a grade de cursos oferecidos à população. “Estamos buscando parcerias para viabilizar cursos constantes de Informática, que é a nossa maior demanda aqui no NAT; e estamos planejando também a oferta de cursos de línguas para os nossos usuários. Em breve divulgaremos as informações detalhadas”, finalizou.