Acidente com ônibus deixa várias pessoas mortas em Canindé

Publicado em 19/05/2018 as 19:24

Por volta das 8 horas da manhã deste sábado, 19, a superintendência do Hospital de Urgência de Sergipe (Huse) foi acionada pela Central de Regulação de Urgência (CRU) a respeito do acidente que aconteceu no município de Poço Redondo, envolvendo um ônibus de turismo. A equipe do Huse iníciou os preparativos para o recebimento das possíveis vítimas com uma estrutura montada numa área especial conjunta com a Área Vermelha.

De acordo com o diretor técnico do Huse, Wagner Andrade, foi montada uma estratégia, durante a semana, para o esvaziamento da área de catástrofe o que ajudou no processo dessa liberação de leitos.

"Hoje, temos mais de 15 leitos disponíveis aguardando o recebimento de possíveis vítimas e acionamos um efetivo para a transferência de pacientes para outros hospitais da rede. É possíve que tenhamos novamente o corredor do trauma ocupado, mas, o de catástrofe está totalmente preparado para receber as possíveis vítimas", explicou.

Do efetivo de 32 vítimas relacionadas com o acidente, 2 foram a óbito em cena, 26 vítimas consideradas verde e tendo atendimento no hospital da região, 6 foram para o Hospital de Itabaiana e até o momento, 2 vítimas estão sendo conduzidas ao Huse, sendo que uma transportada pelo GTA e a outra pelo Suporte Avançado do SAMU.

O secretário de Estado da Saúde, Valberto Lima, acompanhou de perto todo o desempenho da Rede de Urgência e foi até o Huse prestar solidariedade as possíveis vítimas do acidente.

"A gente tem que estar perto e a ponto de dar resposta numa situaçåo dessa, toda a Rede de Urgência foi mobilizada desde quando tomamos conhecimento e o resultado é esse que estamos vendo de uma equipe mobilizada e o Huse que é a grande portatotalmente preparada para receber o que vier, além da Rede de Urgência do interior totalmente acessível e comunicativa, tudo preparado para resolver os problemas o mais rápido possível", enfatizou.

O superintendente do Huse, Darcy Tavares, também estava acompanhado do secretário e destacou a mobilização da equipe. "Nos preparamos para receber as vítimas desses acidente, preparamos todas as áreas, não tínhamos ainda um diagnóstico do perfil dos pacientes que viriam para cá, então, preparamos da Área Vermelha para a UTI agilizando as transferências de pacientes para que a gente disponibilizasse vagas para aqueles pacientes mais graves, como também leitos da ortopedia e o nosso Centro Cirúrgico com o incremento e abastecimento de materiais que fossem necessários e estamos preparados para receber qualquer tipo de paciente que nos procure", afirmou.

A coordenadora do Núcleo Interno de Regulação do Huse, Iza Prado, ressaltou as ações de transferências que estavam sendo realizadas durante a semana. "A gente já estava com essa previsão de transferência porque são ações que fazemos diuturnamente, mas, o que nós fizemos em relação a leitos internos foi solicitar que o CRU priorizasse os pacientes da Área Vermelha para as admissões das altas da UTI para que a gente liberasse leitos da Vermelha, esse foi o ponto de vista da gestão interna de leitos essa foi a providêncua", disse.

No final da manhã, duas vítima deram entrada pelo Pronto Socorro do Huse. Um homem de iniciais A.F.H, 36 anos, trazido pelo GTA, trauma em coluna. A segunda vítima é do sexo feminino G.S.S, 27 anos, aparentemente uma fratura na costela.